por Redação da Agência Entre Aspas

Prestes a completar 30 anos de atividade, a Doutores da Alegria lança hoje (18) uma campanha de arrecadação de recursos para a manutenção do trabalho gratuito nos hospitais de São Paulo (SP) e Recife (PE). O valor levantado também será usado em outras atividades da associação, como a Escola Doutores da Alegria, que trabalha com jovens em situação de vulnerabilidade social na capital paulista, e o projeto Plateias Hospitalares, realizado no Rio de Janeiro (RJ).

A campanha, batizada de “Você já imaginou o hospital sem Doutores da Alegria?”, visa amenizar o impacto da crise financeira agravada no País devido à pandemia da covid-19. Ela acarretou na diminuição de 9,1% na captação de recursos para a associação em 2020. É possível contribuir por meio do site da campanha. São três valores fixos: R$ 30, R$ 50 ou R$ 100. As doações podem ser feitas por boleto bancário, transferência via Pix, PayPal ou cartão de crédito.

Doutores da Alegria virtuais

Doutores da Alegria precisou transformar seu modelo de atuação desde que foi decretada a situação de pandemia no Brasil. Pela primeira vez, em março de 2020, os palhaços deixaram de visitar presencialmente as alas pediátricas dos hospitais atendidos pelo grupo em São Paulo e no Recife. Porém, com a ajuda da tecnologia, seguem levando acolhimento, alegria e esperança para crianças, familiares e profissionais de saúde.

Neste período, 12 ações foram adaptadas especialmente para o formato virtual. Uma delas é o Plantão Besteirológico, que recria o atendimento individual às crianças hospitalizadas, agora por meio de tablets e da colaboração de um profissional de cada hospital. As ações artísticas e formativas exibidas em plataformas de transmissão e nas redes sociais alcançaram mais de 13,7 milhões de pessoas até março de 2021.

Origem e destinação dos recursos

Pela apuração da Doutores da Alegria, em 2020, 73% dos recursos que mantiveram o trabalho vieram de doações de empresas, via leis de incentivo. As pessoas físicas, via leis de incentivo, representaram 4,9%. Por sua vez, as doações de pessoas físicas sem leis de incentivo totalizaram 3,5%. Os demais 19,6% foram arrecadados em ações de marketing, fomentos públicos, serviços e outros.

O trabalho dos 50 artistas, atores profissionais com pesquisa na linguagem da palhaçaria, no entanto, não é voluntário. A Doutores da Alegria ainda emprega uma equipe de 30 profissionais multidisciplinares. A totalidade dos recursos obtidos é distribuída entre a realização dos projetos artísticos e os profissionais que atuam pela causa, incluindo corpo artístico, administrativo e operacional.

Matéria Original: https://ndmais.com.br/saude/bem-estar/doutores-da-alegria-lanca-campanha-para-arrecadar-recursos-veja-como-ajudar/